domingo, 18 de abril de 2010

Meu horizonte




Meu horizonte
É visto pela minha janela
Onde os pássaros se refrescam na fonte
Da natureza que tão bela

Sou feita de sonho
De desejo e fantasia
Por onde caminho
De mãos dadas com a poesia

Um par perfeito
O amor decanta
Nos versos do soneto

Descansa na paz
Que a natureza traz
Aos olhos do poeta

Sol pereira

2 comentários:

Priscilla disse...

Um espetáculo de inspiração !! Parabéns Sol,
da sua amiga Priscilla.

Tatiana Dreher disse...

Oi Sol, achei lindo seu Blog, é romântico e o amor é o principal objetivo aqui. Já estou te seguindo.
Boa semana! Tatiana.