quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A canção da saudade



Então venha logo, amor
E diga tuas palavras doces como o mel
Que elas sejam pronunciadas com calor
E que faça extrair o fel

Que se encontra em meu coração
Cante amor! E me encante com a tua canção
Dedilhada nos acordes do meu violão
Hoje, desafinado, enferrujado e sem motivação

Pois há muito tempo foi abandonado
Em algum lugar do passado
Mas, hoje, feliz com o ressurgimento
Do amor, deu-me um novo alento

Dançaremos a canção do amor e da saudade
E levitaremos até a sonhada eternidade

sol pereira

Um comentário:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SOL, LINDO COMO SEMPRE A TUA SENSIBILIDADE, NOS OFERECE... ABRAÇO-TE COM CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA