segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Um soneto Shakespeareano


Todos já perceberam no meu olhar
Que estou amando hoje e é para valer
Será que fiquei encantada com o teu falar?
Não sei! Mas acho que é amor e acabei de crer

Adoro este teu jeito de escrever
Palavras rebuscadas sobre o amor
Para mim, é o que tens de melhor
Não passo um dia sem te ler e tento descrever

O meu amor em um soneto Shakespeareano
Tirando os acordes em um piano
Falo de toda beleza que tu colocas em tuas rimas
E satirizo as minhas onde não existem climas

Para mim, bem sei que é ainda uma criança
E leva no teu peito toda uma vida de esperança

sol pereira

24/08/2009

13h50

Um comentário:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SOL, MARAVILHOSO SONETO... ENCHEU A MINHA ALMA DE ALEGRIA... ABRAÇOS DE CARTINHO E TERNURA,
FERNANDINHA