quarta-feira, 19 de agosto de 2009

QUANDO ME NAMORO DE MIM




Ah! Quando me namoro de mim
O mundo fica colorido e mais bonito
O céu fica mais azul e há muita flor no jardim
Namoro o sol, beijo a lua e me mudo para o infinito.

Gosto de me sentir assim: leve, solta e dona de mim
Chego à conclusão que ninguém é feliz completamente
Se o coração estiver fechado e sofrendo por um amor sem fim
Na vida, tudo que é demais enjoa, você precisa ter em mente

Que viemos a este mundo para ser felizes
Não adianta criar em vão as raízes
Que te farão sofrer eternamente

Hoje, sou livre assim, mas sou feliz
Esta foi a vida que tanto quis

sol pereira

http://www.solchebor.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=1762242

Um comentário:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SOL, MAGNÍFICO POEMA... CONCORDO ABSOLUTAMENTE COM ELE... ADORO-TE AMIGA,
ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA