segunda-feira, 23 de março de 2009


Contraditório

Moço vai viver a tua vida
Sei que é frase feita de um bolero
Mas vou ser repetitiva
Estou à procura de emoção
E dei um basta na insolação
O teu olhar não mais me seduz
O teu olho não reluz nos meus olhos
A minha boca quer outras bocas
O meu corpo quer carinho,
Meus pensamentos
O brilho das estrelas
Quero mar, chuva, e estrada
Quero conhecer o desconhecido
Pisar em um chão de estrelas
Caminhar entre as nuvens no infinito
Quero namorar em noites de lua cheia
Quero lembrar que você nunca existiu
Contraditório?!

sol pereira

2 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SOL, MARAVILHOSO O TEU POEMA... FASCINOU-ME...UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Bruxinhachellot disse...

Não, apenas um sentimento verdadeiro.
Do Recanto das Letras ao Cheborsol, um caminho iluminado.

Beijos doces de sol e de lua.