sábado, 15 de março de 2008

Uma noite de amor



Senti o teu perfume
A penetrar no meu quarto
Como um vaga-lume

Que vagueia na noite perfumada
Pude sentir tuas mãos explorando meu corpo
Tua língua sugando minha pele suada

Deitou-me bem devagarinho
E com tuas pernas entre as minhas
Começo a beijar-me com carinho
Senti desejos vindo das minhas entranhas

Fizemos amor a noite inteira até o dia raiar
Com luz de vela e como testemunho o luar
Lençóis de seda e perfumes no ar
Na vitrola, um blues a tocar

Sol pereira

14/03/2008

Um comentário:

EDSON DOS SANTOS disse...

ADOREI VIITAR ESSE TEU CANTINHO POÉTICO...BJS

EDSON