terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Saudades


Saudades de um tempo bom
Onde beijar na boca tinha que ter permissão
Muitas das vezes, o beijo era comprado com um bombom.

Ah! Que saudades da brincadeira no portão
Da pêra, uva, maçã ou salada mista
As meninas, assanhadas, só queriam ser beijadas pelo “bonitão”.

Saudades dos amigos de infância, da festinha americana.
A moda era de acordo com a estação
E as meninas! Ah! Essas eram todas metidas à bacana
O corpo tinha que ter a cintura fina e em forma de violão.

Hoje, tudo modificado, não existe mais aquele ritual
Homens e mulheres ficam, não namoram.
E, quando não ficam, o namoro é virtual
Sinto sim saudades dos meus amigos que no tempo ficaram.

Sol pereira


Um comentário:

rsantos disse...

Saudosismo não é uma coisa muito agradável para mim, mas não posso deixar de refletir nas palavras do teu texto, que me tocaram profundamente.
Se com um bombom se comprava um beijo, imagina o que se conseguia com uma caixa de bombons!
Parabéns